Coluna | Vira a Página #47 – Stranger Things e Homem-Aranha

Stranger Things

• Esta notícia é para os fãs de coisas estranhas. A Penguin Random House e a Netflix anunciaram uma parceria que viabilizará a publicação de livros baseados em Stranger Things. São dois títulos previstos para o outuno americano. Um deles, “Stranger Things: World Turned Upside Down: The Official Behind-The-Scenes Companion”, será sobre os bastidores da série enquanto o outro trará uma prequela escrita por Gwenda Bond com uma história sobre a mãe da Eleven e o programa MKUltra. Outras publicações estão programadas para 2019, mas segundo noticia publicada no Deadline não há mais informações sobre isso.

Não há dúvidas de que uma novidade como essa vem como forma de aumentar o hype para a terceira temporada. Tendo em vista que a resposta do público foi extremamente positiva em relação aos anos anteriores, nada melhor do que aproveitar o sucesso e investir naquilo que se pode chamar de universo expandido. O mais interessante disso tudo é que Stranger Things se inspira em diversas referências da cultura pop. Por isso, fica a expectativa para que os livros tenham um pouco dessa pegada, mesmo tendo personagens diferentes daqueles que estamos acostumados na série da Netflix.

Link relacionado: Críticas sobre as primeiras temporadas de Stranger Things

Spidergeddon

• A Marvel divulgou um teaser referente à nova saga envolvendo as revistas do Homem-Aranha. “Spidergeddon” reunirá novamente várias versões do escalador de paredes e amigos de universos alternativos. A trama em si é mantida em mistério até o momento. Apesar disso, a editora já escalou a equipe criativa que cuidará do evento: o roteirista Christos Gage e o desenhista Jorge Molina. Já estão certas as participações de personagens que haviam sido apresentados no crossover anterior, “Spiderverse”, como a versão punk do herói ou até mesmo a Spider-Gwen que rapidamente se tornou querida de grande parte do público. Para os mais curiosos, o site CBR criou um guia identificando todos os Homens e Mulheres Aranha que aparecem no teaser.

stranger things

Apresentar versões alternativas de heróis dos quadrinhos não é nenhuma novidade, mas pelo visto não é algo que cansa o público tão rápido. Afinal de contas, faz pouco tempo que o Aranhaverso, nome pelo que o primeiro crossover ficou conhecido no Brasil pelas revistas da Panini, foi publicado. A parte mais legal desta iniciativa é que é sempre divertido para nós, como público, ver tantas possibilidades sendo exploradas. Por outro lado, o roteiro nem sempre é dos melhores já que a saga anterior teve vários furos e momentos confusos. Em outras palavras, acaba sendo uma produção pode entregar mais do mesmo novamente.

Mais informações:


Marcus é redator no site Leituraverso e um dos hosts do podcast Leituracast.


Entre no nosso grupo secreto no Facebook para interagir com autores e outros leitores e também no grupo do Telegram!

The following two tabs change content below.