Vira a Página #05 – Minecraft, Clássicos Nacionais e Catarse

Olá, pessoal! A nossa coluna sobre novidades do mundo literário está de volta. Entre as novidades dessa semana, temos livros inspirados em Minecraft e os clássicos nacionais em alta, um crowdfunding sobre pessoas “invisíveis” e muito mais.

– O mês de setembro já passou, mas sempre há alguma notícia que merece ser destacada. Prova disso está na lista de livros mais vendidos do mês de setembro, segundo o site Publish News. Um dos destaques do mês é a crescente popularidade de livros relacionados ao jogo Minecraft. Do primeiro ao oitavo lugar, estão os livros  “AuthenticGames: a batalha da torre” e “AuthenticGames”, ambos escritos por Marco Túlio e publicados pela Astral Cultural; “Herobrine” (Geração Jovem), de Pac & Mike, na quarta posição; “Um novo mundo” (Novas Páginas/Novo Conceito), de Bibi Tatto, na sexta; “De volta ao jogo” (Suma de Letras/Companhia das Letras) e “Dois mundos, um herói”, ambos de Rezende Evil, na sétima e oitava posições respectivamente.

notícia

– Os clássicos estão com força total. O site Publish News publicou nessa semana uma notícia sobre um levantamento feito pelo Skoob, rede social voltada exclusivamente para literatura, com os livros nacionais mais adicionados pelos leitores no mês de setembro. Entre os livros nas primeiras posições estão “Dom Casmurro” e “Memórias póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis, “Capitães da areia”, de Jorge Amado e “Iracema”, de José de Alencar.

Notícias

– Foi lançado essa semana o romance “O Punhal”, do escritor argentino Jorge Fernández Díaz. Publicado pela Globo Livros, o livro que foi um sucesso de vendas na Argentina chega agora no Brasil como uma espécie de versão literária de “Narcos”. A história principal é narrada por um agente da inteligência argentina que se infiltra em uma influente quadrilha criminosa como o guarda-costas da sensual ex-amante de um dos chefões do tráfico internacional.

o-punhal

– Está em campanha no Catarse o projeto “SP Invisível” com o intuito de publicar um livro com histórias e fotos de pessoas invisíveis para a sociedade. Trata-se de um projeto criado pelo coletivo “SP Invisível” cujo principal objetivo é ajudar moradores de rua, seja conversando com eles, ouvindo suas histórias e compartilhando elas para um público cada vez maior. Para saber mais sobre o trabalho deles, vale a pena conferir as histórias que são compartilhadas na página oficial do coletivo, que é idealizado por André Soler e Vinícius Lima. Em relação a campanha a meta é de R$ 57.983 e tem data limite de 19 de novembro.

– Teve início essa semana a “Primavera Literária” em Belo Horizonte, um evento que reúne 58 editoras e autores independentes. Na feira que se encerra em 09/10, os leitores terão desconto de até 50% sobre o preço dos livros além de poderem participar de outras atrações como seminários e palco de contação de histórias. A programação é inteiramente gratuita. Para mais informações, é recomendável conferir o link do evento no Facebook ou o site da LIBRE – Liga Brasileira de Editoras .

“Vira a Página” é uma coluna escrita por Marcus Alencar. Marcus é redator no site Leituraverso e host do podcast Leituracast.