Velozes & Furiosos 7 (2015)

“Em briga de rua, a rua sempre vence.”
054397.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx
Título: Velozes & Furiosos 7 (“Furious 7”)
Ano: 2015
Diretor: James Wan
Pipocas: 7/10

Imagine que você tem seis gatos e resolve, por alguma razão sublime, comprar mais um. Todos os seus felinos miam, ronronam e te arranham esporadicamente. Você compra mais um e adivinha: seu sétimo gato faz exatamente a mesma coisa – e seria injusto esperar outra coisa dele. Gatos miam. “Velozes & Furiosos” é repleto de adrenalina, mas não faz sentido nenhum. É simplesmente o que eles sabem fazer.

No filme, Deckard (Jason Statham) é o irmão daquele cara que acabou todo arrebentado no filme anterior, e agora quer vingança contra quem fez isso ao seu irmão: nossos heróis Hobbs (Dwayne “The Rock” Johnson), Dom (Vin Diesel) e Brian (Paul Walker). Para pegar Deckard antes que ele os pegue, eles precisarão reunir sua equipe em busca do Olho de Deus – um equipamento que permite achar qualquer um em qualquer lugar.

Essa aí é história, com muita boa vontade. Eles precisam de um aparelho que vai achar o cara… Que está perseguindo eles. E que encontra eles várias vezes… Enquanto eles buscam o aparelho que vai ajudá-los a achar o cara. Gatos não latem, e “Velozes 7″ não faz sentido. E cá entre nós: se você foi ver esse filme, você não queria ver algo com sentido, não é mesmo?

Então relaxe. Temos 2 horas e 20 minutos (sério) de explosões, muita pancadaria (muito bem coreografada e filmada, diga-se de passagem) e muito zoom em bundas. E tudo em câmera lenta! Os carros continuam velozes, furiosos e voadores. O filme é construído em volta das cenas-conceitos: vamos atravessar prédios com uma máquina de $3.5 milhões de dólares? Claro. E paraquedas em– Certamente!

Ancorada na ação e no carisma (às vezes falho) de seus atores, “Velozes & Furiosos 7″ é exatamente o que você esperava – talvez até mais. As lutas são geniais, as corridas alucinantes, e a homenagem a Paul Walker é lindíssima e de extremo bom gosto. Se você não precisa ver gato latindo, “Velozes 7″ é a pedida para o seu fim de semana. E aos fãs: a franquia mais rentável da história da Universal, com mais de $2.3 bilhões faturados, planeja que essa sétima parte seja a primeira de uma nova trilogia.

Obs.: ser roteirista dessa franquia deve ser no mínimo divertido. Pensar em como destruir carros e agradar fãs dos filmes anteriores enquanto pontua tudo isso com frases de efeito, mulheres gatas e piadas – e ganhar para isso?! Eu faria de graça.

The following two tabs change content below.

erikavilez

Erik (sem C) é escritor, roteirista e dançarino de hula profissional lá fora. Aqui dentro, Erik é redator-chefe e comercial do site, além de criador, host e editor do PontoCast, o podcast carro-chefe da casa.