Primeiras Impressões – This is Us (2016)

Está na hora de falarmos sobre “This Is Us”, a nova série da NBC que, pelo trailer, eu confesso ter ficado na dúvida se iria assistir. Estava errada em minha expectativa negativa; foi o melhor piloto que vi em anos. Não foi à toa que estreou com ótima audiência e foi a primeira série dessa fall season a ter sua temporada toda (com 18 episódios) já encomendada logo após a transmissão do piloto.

This is us

“This Is Us” é uma série criada por Dan Fogelman e mostra a história de personagens que estão fazendo 36 anos no mesmo dia. Começa nos apresentando a maneira como cada um enxerga essa data, suas inseguranças, tristezas e preocupações através de um drama leve que te faz refletir e torcer para que tudo dê certo. Ainda assim, a série vai além deste gênero, apresentando comédia e sendo muito bem construída. Mostra um dia-a-dia natural e sem exageros como é essa nossa realidade, na qual nem tudo são flores e tempestades.

Rebecca e Jack

This is us

Jack (Milo Ventimiglia, o Peter de Heroes) é completamente apaixonado pela esposa, é um cara amoroso e otimista. Casado com Rebecca (Mandy Moore, de “Um Amor Para Recordar”), uma mulher atenciosa, divertida e que está grávida de trigêmeos.

A primeira cena da série já é com a bundinha de Jack, e confesso que adorei – fugiu daquele clichê que é uma mulher na posição da pessoa exposta. Foi uma nudez bem construída, já que Jack estava esperando a esposa lhe dar seu presente de aniversário. O que não termina como ele esperava já que Rebecca entra em trabalho de parto e as cenas seguintes nos levam de sorrisos às lágrimas devido a diálogos muito bem escritos.

Kevin e Kate

This is us

Kevin (Justin Hartley de Smallville) e Kate (Chrissy Metz de American Horror Story) são gêmeos que estão no seu trigésimo sexto aniversário e para eles não é motivo de festa.

Kate é uma mulher que tem problemas em se aceitar devido à obesidade. Ela vai num grupo de apoio para gordos e conhece Toby (Chris Sullivan, de “The Knick”), um cara engraçado que tenta fazê-la sorrir a todo o momento. Você torce pelos dois, pois ele mostra o quanto ela é especial e desejável. Ainda vão nos fazer rir muito, é uma dupla que, apesar de estar em constante luta contra o peso, nos mostra serem pessoas que vão muito além disso.

Kate se apoia em Kevin, mas é ele que demonstra precisar mais desse suporte, conselhos e atenção dela. Hétero, rico e protagonista de uma série mediana, porém de sucesso, Kevin luta internamente por aquilo já parece não lhe satisfazer mais, ele quer ser reconhecido pelo seu trabalho e não apenas pelo corpo. É um personagem que por enquanto foi pouco construído e que talvez você não se identifique muito, mas ver seu relacionamento com Kate amolece o coração e vibramos pela cumplicidade deles.

Randall

This is us

Randall (Sterling K. Brown de American Crime Story) é um executivo bem sucedido, casado e com duas filhas. Há 36 anos, ele foi abandonado na porta do Corpo de Bombeiros e, depois de muita procura, hoje ele vai ao encontro do seu pai biológico.

Randall é um homem gentil e centrado, e mesmo a cena com seu pai foi leve e emocionante, diferente da tensão esperada. Apesar da mágoa, ele claramente quer conhecer mais aquele homem e a maneira como isso é mostrado é bem divertido.

O decorrer da série, mesmo que lento, já nos prende a atenção, e não tenho do que reclamar das atuações. A trilha sonora é muito bela e a fotografia merece destaque, fazendo uma transição de cores entre as histórias que deixa o piloto ainda mais gostoso de assistir. Ainda assim, é o final que nos deixa trancados a sete chaves a essa história, ligando cinco personagens de um jeito emocionante e de uma forma inesperada. Não cheguei a prever nada e fiquei com o coração cheio de alegria e com gostinho de quero mais.

***

Este texto foi escrito por Lenise Moretti, rainha das séries (boas e ruins), membro do Cantinho Sentimental, do Vilacast, tuiteira (twitter.com/lelemoretti) e fotógrafa no Instagram (@lenisemoretti).

The following two tabs change content below.
Do cult popular ao pop culto: PontoJão é o lugar para você ir além do senso-comum. Seu ponto além da curva.