Roleta de Discos: Submarine – Alex Turner no seu melhor

Que o Arctic Monkeys é uma banda legal (quase) todo mundo sabe e concordar. Que Alex Turner é um frontman carismático, não há dúvidas também, apesar de ele parecer estranho às entrevistas e aparições. Outra coisa que talvez as pessoas saibam é que o projeto paralelo de Alex Turner, The Last Shadow Puppets, com Miles Kane, é bem bom também. Mas, talvez a trilha sonora do filme “Submarine” venha como uma surpresa para alguns já que aqui temos um lado ainda bem conectado com sentimentos adolescentes, mas mais romântico e acústico.

Submarine
Nick O’Malley, Alex Turner, Matt Helders e Richard Ayoade

Amigos de longa data, Richard Ayoade (diretor do filme e ator de “The IT Crowd”) e Alex Turner, a princípio, pensaram em usar covers para o filme, mas, saindo de uma turnê mundial do disco Humbug (2009), Turner tinha algumas composições no violão que não serviriam nem para o Arctic Monkeys e nem para The Last Shadow Puppets. Daí vêm as cinco composições para o Submarine.

O disco começa com uma versão com a introdução de Stuck on the Puzzle que logo vai para Hiding Tonight. O clima da trilha já fica estabelecido nessa dobradinha. Composições acústicas com bastante ambientação e uma atmosfera que fica entre o romântico e o melancólico. Em seguida, vamos para Glass in the Park, que parece uma continuação natural da canção anterior. Como transição da primeira parte da trilha para o final, ouvimos It’s Hard to Get Around the Wind, totalmente levada no violão suave e dedilhado em oposição à letra que fala de frustrações corriqueiras e irritantes da vida (a tônica do filme, aliás).

Para a levada final do disco, ouvimos Stuck on the Puzzle completa. Apesar de levada pelo violão, ela tem arranjos mais volumosos, com percussão, teclado e guitarras. Da mesma forma, Piledriver Waltz — que acaba do nada e deixa você na dúvida se o disco acabou realmente. Esta última faixa, tem uma outra versão, no disco Suck it and See, também muito boa, apesar de um pouco diferente.

Por fim, quem gosta de Arctic Monkeys com certeza vai gostar da trilha de “Submarine”. E quem não curte a banda, também, visto que ela carrega a personalidade de Alex Turner para outros mares.

 


Entre nos nossos grupos do Facebook e do Telegram para interagir com os autores dos textos e outros leitores do site.

The following two tabs change content below.
Professor, redator, editor-chefe deste site. Sou um cosplay de baixo orçamento de mim mesmo. Parceiro do Erik no PontoCast e host do BancaCast. Não sei qual é o meu animal interior, mas não é uma chinchila.