Primeiras Impressões: Star Wars em Quadrinhos

Salve vós, galerada! Esse texto é para quem é fanático por duas das quais adoramos falar (e temos falado bastante) aqui: HQs e Star Wars!

Pois bem, como todos sabemos, tio George Lucas vendeu os direitos de Star Wars para a Disney, e a Disney comprou os direitos da Marvel. Juntando esses dois fatos do mercado de entretenimento, eis que surgem os quadrinhos com selo Marvel das histórias de Star Wars.

Aparentemente, teremos algumas divisões paras as histórias; a série Star Wars propriamente dita, focando nos personagens que são centrais na trilogia clássica; Darth Vader, que obviamente tem como centro o Lorde que as pessoas mais odeiam amar (ou amam odiar); e, por fim, a série Legends, focando em acontecimentos sortidos de personagens isolados.

Abaixo, algumas capas (pois há edições com variantes para Darth Vader e para Star Wars).

panini_starwarsdarth_01cv S star-wars-001-panini-brasil-quadrinhos-ineditos O_assassinato_de_darth_vader_CAPA.indd sw01a

Além de já estar bastante na hype para O Despertar da Força, e estar gravando um podcast por mês com o pessoal sobre cada episódio da saga intergalática, confesso que o preço das revistinhas me atraiu bastante (Darth Vader – 6 Dilmas e 50 cents; o primeiro Legends – 1,50; Star Wars – 11,50 e os outros Legends – 16,90).

Até então, li apenas o primeiro Legends, Edição 0 – O Assassinato de Vader (que título falho, não?) e a primeira edição de Darth Vader: o trabalho está bem competente. As ilustrações não deixam nada a desejar quando fazemos a já esperada comparação com o filme, e o roteiro dos argumentos é bastante fluido. Quanto ao conteúdo das histórias, tudo se passa entre os acontecimentos do Episódio IV – Uma Nova Esperança e do V – O Império Contra-ataca. O melhor da revista de Darth Vader é ver como ele se portou depois dos ocorridos na Estrela da Morte e as relações de poder que ele mantém com o núcleo com quem se relaciona (seja quem lhe é superior, ou inferior), além de podermos adentrarmos mais em seus conflitos e entendermos melhor suas formas de agir e pensar.

Enfim, não tem como se decepcionar com os desenhos e em relação a história, só posso dizer que esses quadrinhos têm muito a acrescentar para quem é apaixonado pela saga, embora, para quem quer apenas ver os filmes, eles não façam falta. Todas essas versões, começaram a ser distribuídas em terras canarinhas pela Panini em agosto desse ano, com exceção  de Legends, que começou a ser distribuída em dezembro do ano passado.

Dito isso, agora é correr para as bancas para pegar as edições passadas, procurar as de setembro (sim! ainda não achei aqui :() e esperar ansiosamente pelas próximas. É bastante provável que eu não faça um texto para cada edição que sair, mas assim que algo chamar a atenção, esperem por ver alguma coisa aqui.

P.s Que a força esteja com vocês 

Gostou da resenha? Compre Star Wars: Mensal – Vol 001