Resenha: Westworld – 1ª Temporada (Sem Spoilers)

Há 10 episódios, Westworld entrou a galope nos nossos corações apresentando uma releitura do filme de 1973 que tinha conceitos que mereciam ser melhor explorados. Na série, todas as ideias sobre como a tecnologia iria invadir, não apenas o mundo do entretenimento, mas a vida cotidiana, encontram-se desenvolvidas quase que à exaustão, através de um roteiro incrivelmente instigante e atuações impecáveis. Não surpreende que, futuramente, a HBO tenha planos de transformar a série na sua nova galinha dos ovos de ouro.

Westworld

Ao chegar no final da temporada, podemos dizer que o primeiro momento da série serviu para duas coisas. Primeiramente, nos apresentou aos personagens principais e todas as suas nuances. Em seguida, e principalmente, determinou em torno de que a série vai girar, já que, definitivamente, não estamos apenas presenciando a história de homens brincando de Deus num parque que, eventualmente, dá errado. Essa linha de pensamento é a alavanca que leva à história de fato, que foge de simplificações sem se tornar inacessível. Para levar isso ao público, a equipe, que tem Jonathan Nolan, J.J. Abrams e Michael Crichton (o criador da história original), use uma série de recursos instigantes, como diálogos reveladores e uma série de plot twists de tirar o fôlego. Outra coisa que, sem dúvida, torna a série muito mais interessante é o fato de ela não soar didática, evitando as auto-explicações aqui e ali. À história só são adicionas as informações suficientes para entender aquele determinado momento, o quebra cabeça só fica completo ao final, em um último episódio revelador.

Westworld

Com uma hora e meia, a season finale de Westworld seguiu a tendência de ter um último episódio mais longo. Porém, diferente das demais séries em que tenho visto isso, o tempo usado foi extremamente necessário e bem aproveitado, respondendo a todas as perguntas e teorias levantadas ao longo da temporada e deixando apenas uma questão em aberto: o que nos aguardará no futuro dessa série? Fica entendido, assim, que no final, Westworld manteve a excelência de todos os demais episódios, e confirma as primeiras impressões de que essa seria uma série que vale a pena ser assistida.

The following two tabs change content below.
Professor, redator, editor-chefe deste site. Sou um cosplay de baixo orçamento de mim mesmo. Parceiro do Erik no PontoCast e host do BancaCast. Não sei qual é o meu animal interior, mas não é uma chinchila.