Comentário | Os Novos Mutantes, adiamentos e o possível futuro da Fox no MCU

Não é mais novidade para ninguém que a Fox começou a fazer um trabalho bastante decente com o universo dos mutantes no cinema, conseguindo entregar um equilíbrio muito bacana entre adaptação e originalidade com os seus filmes. Desde os sucessos de “Deadpool” e “Logan“, os horizontes do estúdio começaram a se abrir e a ideia de expandir esse universo com “Gambit”, “Os Novos Mutantes” e outros pareceu muito inteligente.

os novos mutantes

Com três filmes do universo “X-Men” confirmados para 2018, o estúdio parecia ter total controle sobre o que o futuro reservava. Em janeiro desse ano, porém, a 20th Century Fox anunciou o adiamento de “Os Novos Mutantes”, que sairia de abril de 2018, para fevereiro de 2019, dez meses após a data inicial. O argumento usado para justificar essa primeira mudança foi de que o estúdio não gostaria que os filmes competissem entre si, uma vez que “Deadpool 2”, até aquele momento, estava previsto para estrear em junho de 2018. Agora, o filme do mercenário tagarela foi adiantado para maio do mesmo ano.

Em fevereiro deste ano, segundo nota do site The Hollywood Reporter, “Os Novos Mutantes” passaria por refilmagens e acrescentaria um novo personagem – o filme traria uma mistura entre os gêneros “super-herói” e “terror”. Essas refilmagens, por sua vez, seriam fruto de uma escolha do estúdio para incorporar um pouco mais de terror no filme – que provavelmente passou por uma sessão teste e não assustaou tanto quanto prometia. Mas até aí tudo bem. Refilmagens são normais em filmes, principalmente nos que contém um orçamento um pouco mais salgado. Só que o “problema” não parou por aí.

A semanas da que seria sua data de estreia original, “Os Novos Mutantes” é adiado novamente, e dessa vez não foi sozinho. Com data marcada para sair nos cinemas em 2 de novembro deste ano, “X-Men: Fênix Negra” foi colocado para 14 de fevereiro de 2019, já o terror dirigido por Josh Boone (“A Culpa é das Estrelas”) caiu para agosto do mesmo ano. Enquanto o primeiro vai passar por refilmagens em seu terceiro ato, justificando ter ficado um pouco abaixo do orçamento estipulado, o segundo terá cerca de 50% de conteúdo novo.

Enquanto isso, nos bastidores de Hollywood, a empresa do ratinho mais famoso do mundo está fechando a compra da própria 20th Century Fox – e se você lembrar que a Marvel já é uma propriedade da Disney, existem umas contas muito boas que podem ser feitas. Enquanto a negociação não é aprovada pelo governo dos EUA, várias especulações começaram a aparecer internet afora sobre o futuro das franquias mutantes e como esses filmes influenciaram o mercado, já que, uma vez dona da Fox, a Disney teria controle sobre todas as franquias que estão sob o domínio do estúdio. Isso traria os tão sonhados diretos dos “X-Men” e do “Quarteto Fantástico” de volta para casa das idéias.

Mesmo sendo um pouco cedo para dizer se a Marvel Studios já estaria trabalhando em uma maneira de integrar as novas obras ou mesmo planejando o reboot da franquia dos mutantes, é certo dizer que Kevin Feige não dá um ponto sem nó. E com as negociações chegando a um resultado favorável à Disney, em breve poderemos ver todos esses heróis juntos complementando aquilo que já nos foi apresentado nesses dez primeiros anos do Universo Cinematográfico da Marvel.

 


Entre no nosso grupo secreto no Facebook e no grupo do Telegram para interagir com autores dos textos e outros leitores.

The following two tabs change content below.

Jardas Costa

PontoCaster, fã da DC e da Marvel (não DC vs Marvel), apreciador de um bom kalzone e sempre esperançoso por toda obra que está por vir, porque todo bom filme é uma boa forma de se compartilhar a vida.