MIB – Homens de Preto: trabalhos importantes e sem crédito

Nascido como adaptação de quadrinhos, “MIB – Homens de Preto” é um filme de ficção científica cuja premissa não apenas afirma existir vida em outras galáxias mas também que elas estão constantemente se relacionando com o planeta Terra. Naturalmente, isso cria a necessidade de um departamento que organize tudo o que acontece nesse sentido. Assim, os Homens de Preto funcionam como algo entre uma agência de segurança e um departamento de controle de imigração.

MIB - Homens de Preto

A burocratização de algo que, para muitos, é tão absurdo como o convívio de seres extraterrestres em nosso planeta, por si só, é uma ferramenta de humor que funciona muito bem. Aliás, talvez seja nas piadas práticas, explorando o próprio espaço ficcional, que esteja a maior força do filme. Toda a franquia ainda funciona muito bem, mesmo tenda sido lançada em 1997, recebendo continuações em 2002 e 2012. Outro fator que ajuda no envelhecimento sadio de “MIB – Homens de Preto” são os efeitos práticos, que tornam as cenas totalmente críveis.

MIB - Homens de Preto

Mas MIB – Homens de Preto não se mantém vivo na cultura apenas pelos efeitos visuais e por seu humor, nem mesmo é carregado pelos nomes de seus protagonistas – Tommy Lee Jones e Will Smith (K e J, respectivamente). Se pararmos para analisar, a agência em que os personagens trabalham é responsável pela manutenção da ordem e da tranquilidade da vida, seja alienígena ou humana. Inclusive, eles salvam o planeta da aniquilação por três vezes sem receber nenhum crédito por isso.

Fica o questionamento: o que nós faríamos de bom se não nos fosse dado crédito algum?

 

Outra pergunta que fica no ar é: existe realmente a necessidade do neuralizador ao final de todas as ações da agência? K afirma que “indivíduos” são capazes de entender, mas as pessoas, no geral, teriam mais problemas do que qualquer disposição para compreender que, talvez, o mundo seja maior do que elas realmente pensam. Além disso, uma sociedade que demora tanto tempo para entender negros, mulheres, gays e diversos outros grupos de pessoas como merecedoras de quaisquer direitos, certamente teria dificuldade para enxergar alienígenas não-humanoides, como seres pacíficos e, vá lá, dignos de respeito.

Por fim, é possível assistir à trilogia “MIB – Homens de Preto” e se divertir com diversas perspectivas – sejam os efeitos especiais, a ficção científica cômica ou as discussões que podem ser suscitadas com um pouco de esforço.


Curtiu o texto? Fale para a gente com um comentário ou nos nossos grupos do Facebook e do Telegram.

The following two tabs change content below.
Professor, redator, editor-chefe deste site. Sou um cosplay de baixo orçamento de mim mesmo. Parceiro do Erik no PontoCast e host do BancaCast. Não sei qual é o meu animal interior, mas não é uma chinchila.